sexta-feira, 11 de março de 2011

* VIDA DE MARINHEIRO NÃO É FÁCIL

Mais um final de semana chegando, o dia amanhece lindo, a previsão do tempo é favorável e os barcos estão nos clubes náuticos e marinas a espera de seus proprietários, que na companhia de sua família e amigos chegam para navegar mar a fora e fugir do barulho e do stress das cidades grandes.

Mas, existe uma rotina a bordo que deve ser seguida. E é aí que começa mais um dia de trabalho para os Marinheiros particulares e outros  profissionais envolvidos para tornar este passeio seguro, alegre e  inesquecível.

" O serviço de um marinheiro vão muito além de usar uniforme branco e pilotar o barco, pois na hora em que o barco estaciona na marina e que é executado a maior parte dos serviços”

Há também quem pense que o trabalho de um marinheiro termina quando a embarcação é atracada no cais. Pelo contrário, é justamente quando o barco atraca que chega a hora de dar início às atividades como faxina e organização de tudo para deixar a embarcação prontinha para a próxima zarpada. Foras à faxina, têm ainda a manutenção diária dos equipamentos e os serviços extras realizados por terceiros, ou seja, atenção redobrada.

Barco parado, então é hora da tripulação passar aquela cera para proteger o gel, polir todas as ferragens, limpar e lubrificar a casa de máquina, lavar os carpetes, lustrar as madeiras, fazer a manutenção dos motores, gerador, testar equipamentos, eletrodomésticos e simular a operação de todos aparelhos, equipamentos de navegação e acessórios que serão usados na próxima saída com o barco.

E não pense que serviços a bordo como: faxina nos banheiros, limpeza dos quartos, cozinha, sala, levar roupa de cama, mesa e banho para a lavanderia, limpar os carpetes, higienizar as louças, lustrar os móveis, limpar os vidros e espelhos internos, fazer mercado, entre outros, seja coisa de mulher, 90% desses serviços ainda são executados pelos marinheiros aqui no Brasil.

Separei algumas imagens para vocês:


Um marinheiro com “M” maiúsculo!

Na foto ao lado, nosso amigo e Capitão Amador, Beto (que passou alguns meses no Caribe embarcado em um MCP de 98 pés), mostra que a vida a bordo de grandes yates não é fácil. 

Ele estava no Caribe trabalhando longe dos amigos e da família, quando recebeu o convite para retornar ao Brasil e embarcar em outro MCP de 76 pés. Mas, mesmo estando no Brasil não poderia voltar a morar na sua cidade. Ele é de Porto Belo (SC) e teve que mexer novamente em toda a estrutura familiar e mudar com a família para a cidade de São Sebastião (SP), local de guarda da embarcação que trabalha. 

"Tenho que confessar que é esse o preço que todo marinheiro com "M" maiúsculo acaba pagando por ser destacar melhor na categoria" 

Mesmo sendo habilitado na categoria de Capitão e experiência em águas internacionais, meu amigo Beto não deixa o orgulho subir a cabeça. Recém chegado de um passeio, ele já se movimenta para deixar o barco em dia com suas tarefas, retirando o sal do casco. Por outro lado e dentro do barco, a sua esposa e seu filho (que também fazem parte da tripulação) se ocupam na reorganização da parte interna da embarcação.

Nem só de viagens vive um marinheiro!

Ao lado meu amigo e marinheiro Didi da embarcação CANCALE, uma Ferretti 74 do Iate Clube de Santos, mostra que não é só de viagens para Angra, Florianópolis e Bahia que vive um marinheiro. 

"Ney, próximo da temporada é difícil encontrarmos gente disponível para trabalhar, eles estão todos ocupados e como não conseguimos prestadores de serviços para executar o serviço, o jeito foi cair em baixo da embarcação, preparar o casco e pintá-lo para garantir a temporada do chefe. Temos uma regra a bordo e essa regra é: - nunca deixar o chefe na mão” Disse o Marinheiro Didi enquanto eu fazia essa foto.

Eu também já sofri um pouquinho! 

Na foto ao lado, eu navegava de Paranaguá (PR) para Florianópolis (SC), com um SEDNA 38, debaixo de uma neblina, que durou aproximadamente 5 horas.  Detalhe o barco não tinha radar, sonar e o GPS estava sem antena. Foi preciso usar toda minha experiência de marinheiro das muitas navegações que fiz  para o litoral sul do Brasil para chegar com segurança ao meu destino.

“Por isso, sempre falo que o marinheiro deve usar o tempo que sobra para estudar não só os equipamentos de bordo como também as cartas náuticas, roteiros de navegação e principalmente aferir e sempre ficar de olho na bússola”


Ela na embarcação!

Elas não administram somente a área interna do barco. Na foto nossa amiga Kátia que trabalhava em um MCP Yachts de 98 pés no Caribe, mostra que as mulheres são também capazes de fazer as atividades abordo que antes eram feitas só por homens. Ela era responsável pela área interna do MCP, mas também trabalhava no convés com cabos, nós e amarras e não tinha medo de ser içada por um cabo no costado do barco para dar um retoque final nos vidros externos da embarcação. 

"Mas, de 2001 pra cá, as mulheres começaram a ganhar espaço no mercado de náutico e já fazem parte de algumas tripulações, e algumas deles se destacam mais do que muitos marinheiros"  


Dicas para os marinheiros

- evite mexer com serviços que possa te sujar na véspera e no dia da saída com o barco. Neste dia esteja uniformizado e disponível somente para mexer com serviços limpos;

- nem pensar em mexer com gasolina, óleo diesel ou produtos que tenham cheiro forte. Esses cheiros “impregna ” no corpo ou na roupa e pode não sair ate a hora da saída do barco;

- antes da véspera da saída com o barco, aproveite para retirar as capas de proteção da embarcação, abastecer com combustível, buscar as roupas de cama, mesa e banho na lavanderia e “MONTAR” todo o barco;

- aproveite a semana para fazer mercado e encher a geladeira, freezer, dispensa e armários com as bebidas e comidas preferidas do chefe. Não deixe esse serviço para o dia do passeio, onde somente o gelo pode ser deixado para cima da hora;

- nunca marque compromisso no final de semana, férias e feriados. Esses dias pertencem ao seu chefe. Confira a agenda dele para preparar a sua.


Um abraço e boas navegações

Ney Broker
E-mail e Msn: neybroker@hotmail.com

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...