terça-feira, 28 de agosto de 2012

* AS LIÇÕES QUE APRENDI FORAM FUNDAMENTAIS PARA O SUCESSO NA MINHA VIDA PROFISSIONAL


O Aprendizado e sucesso caminham juntos na estrada profissional.

Escolher uma profissão nem sempre é uma tarefa fácil. Escolher e obter o sucesso profissional então, nem se fale. Resolvi ser brocker, pois sabia que continuaria na área. Meu apreço pelo mar e tudo que se relacionava a ele me dava esta sensação. 

Senti que a profissão tinha tudo a ver comigo, afinal já estava na área de marinharia há muito tempo e já era conhecido por muita gente da área náutica. Uma escolha acertada. Consegui me diferenciar de outros profissionais, oferecendo novas rotas e descobrindo novas águas para ser navegada. 
Mesmo em águas desconhecidas tive a certeza que eu estava navegando no rumo certo e mesmo com o tempo desfavorável não tirei o olho da bússola e segui navegando, e quando o tempo melhorou notei que tinha conquistado não só mais uma simples navegação, mas um porto com novos amigos e clientes. 

E assim os negócios foram surgindo naturalmente. 

Mas, não foi nada fácil NAVEGAR ATÉ AQUI, quer um exemplo? 

No meu último emprego eu vivia uma vida de louco, muita correria e descontrole total do tempo. Estava sempre no piloto automático, trabalhava para um grande estaleiro da área náutica que só me cobrava resultados, eu tinha mais de 9 chefes e chegava a trabalhar 20 horas por dia,  tempo suficiente para notar  que meus colegas de trabalho estavam vivendo uma “louca” luta de competição para mostrar ao presidente da empresa quem era o melhor. 

Não conseguia entender, pois nós éramos uma equipe, trabalhávamos para a mesma empresa e sabíamos que naquele momento “ela” precisava “do time” completo e jogando em grupo. Notei que trabalhava como muitos amigos mais ao mesmo tempo em um grupo desorganizado e desunido. 

Fui testemunha de vários erros de alguns colaboradores desse estaleiro, mas mesmo assim sei que fiz o que estava ao meu alcance, mesmo sabendo que muitos queriam ver meu barco afundar. Não adiantou os furos nos casco, mantive meu barco flutuando e mesmo assim o fazia navegar. Os amigos que acompanhavam o meu trabalho chegavam a dizer que eu tirava “leite de pedra”.

O presidente do estaleiro e seu irmão (engenheiro) gostavam muito de mim e me davam “carta branca” e muito apoio, mas abaixo deles, tinha um “time” que era difícil de lidar. Eles  sabiam que era importante para eles e que mesmo não me apoiando também não me deixariam sair. 

“Não aguentei e quase cinco anos depois com minha imagem ainda preservada  joguei a toalha”

Foi então que tomei a decisão de provocar a minha própria saída. Não era assim que eu pretendia me despedir do trabalho que eu tanto sonhei, mas mesmo assim sei que fiz muitos amigos, deixei boa impressão, e mesmo tendo que “fugir” pelas portas do fundo, para mim foi como sair pela porta da frente, de cabeça erguida e com a certeza de dever cumprido.

A vida é assim mesmo, nunca estamos satisfeitos. Hoje estamos aqui, amanhã estamos ali. Foi assim também na despedida do meu emprego mais longo, vi minha patroa chorar pedindo para pensar antes de desembarcar, mas a vontade de querer navegar em novos mares foi mais forte. Neste emprego eu também tive que pedir para sair, e olha que foram quase 16 anos navegando e trabalhando de marinheiro para essa super família de Florianópolis.

Depois de algumas dificuldades aprendemos muito com todas as situações. É preciso sempre tirar as coisas boas que as dificuldades deixaram. E assim continuo a navegar. Hoje estou de bem com o mundo, escolho meu horário de trabalho, curto com a família e amigos e não tenho tempo para reclamar da vida.

Foto: LazzaraYachts
Embarquei nesse negócio de corretagem sozinho, no meio do caminho até tentei embarcar “alguns sócios” , mas ao invés deles manter o barco flutuando, colocavam água para dentro.

Sei que nada é um mar de rosas no mundo náutico, a qualquer momento pode vir uma onda, corrente marítima ou um vento forte e nos tirar do rumo, por isso temos sempre que recalcular, ajustar e corrigir o nosso rumo para chegar seguro no nosso destino.
Inspiração

"Embarquei no ramo de corretagem náutica me espelhando em histórias de vidas de três corretores náuticos que tenho muito respeito e que se tornaram meus ídolos" 

Mergulhei nesse negócio de corpo, alma e principalmente de coração. Hoje muito mais maduro, aprendi a ouvir e não só falar. Até deixo as pessoas darem palpites na minha navegação, mas sempre confiro com o meu plano de navegação, isso para evitar mudança de rumo e chegar fora do destino escolhido. 

Esse trabalho me proporciona muito prazer, alegria, novas e boas amizades. Fortaleço minha auto-estima e continuo a navegar sem medo por esse imenso mar que Deus nos deu de presente. 

Ops! Ta escutando? Falando em mar...escuto o barulho do mar. Ele me chama... Fui!

Um abraço e Boas Navegações

Ney Broker
E-mail e Msn: neybroker@hotmail.com

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...