segunda-feira, 3 de maio de 2010

* PARA O MARINHEIRO AMAR É..

O marinheiro, ao chegar em casa depois de 6 meses no mar, no final da noite, vai de vagarinho até a cabeceira da cama e diz no ouvido dà mulher que já estava deitada:
- Querida, eu quero amá-la.
A mulher, que estava dormindo, com a voz enrolada, responde:
- A mala? Ah, não sei onde está, não! Use a mochila que está no maleiro do quarto de visitas.
- Não é isso querida, cheguei de viagem agora e hoje vou amar-te.
- Por mim, você pode ir para Marte, Júpiter, Saturno e até à puta que pariu, desde que me deixe dormir em paz.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...