terça-feira, 21 de agosto de 2012

* DO SONHO DE SER MARINHEIRO À REALIZAÇÃO DE PILOTAR BARCOS E VENCER NA PROFISSÃO

Como se tornar um marinheiro de sucesso?

Todos os dias recebo vários e-mails de jovens que me perguntam ou pedem orientações de como começar e como se tornar um marinheiro reconhecido na área de marinharia.

O primeiro passo é procurar a Capitânia dos Portos da sua cidade e se informar sobre como adquirir a habilitação (correta) que ira precisar para pilotar esses barcos.

Estudar pela Internet e tirar a carteira de Arrais Amador pode ser uma tarefa em vão. As autoridades marítimas não reconhecem essa habilitação para embarque ou para fins comerciais.

Feito isso e estando com a habilitação em mãos é hora de procurar por conhecidos na área náutica para que esses abram as portas das marinas e você para que você consiga seu primeiro embarque.

"O mais difícil é o primeiro embarque, pois nessa atividade o sistema ainda funciona com a indicação de marinheiros mais antigos ou passa de pai para filho"

Caso você já tenha conhecimento de equipamentos de navegação, ou habilitação para comandar esses barcos minha sugestão é que você comece como ajudante e aos poucos vá mostrando suas qualidades.

IMPORTANTE: Depois de embarcado, não se iluda e não tente tirar a vaga do comandante do barco, mesmo sabendo que você tem mais conhecimento teórico do que ele.

Falo isso porque sei que os jovens têm um nível de formação, aprendizado cultural superior em relação aos marinheiros mais velhos, porém no mar a experiência ainda fala mais alto. Por isso use e aproveite a entrada no mercado para ganhar seu espaço com honestidade e avançar as milhas aos poucos.

Lembro que como em toda profissão, nessa não é diferente e tem também o lado ruim .

Para ser um bom marinheiro é preciso ter consciência que terá que abrir mão  de finais de semana, festas de fim de ano, férias e em alguns casos deixar a família em segundo plano. Tudo isso mexe com nossos sentimentos por se tratar de datas que lembram muito a família, pois agora essas datas passam a ser exclusivamente do seu chefe.

“Sempre digo que o futuro de um marinheiro de barco de esporte e recreio não é o resultado de nossas escolhas, e sim resultado das ferias e aposentadoria do nosso chefe”

Outras dicas:

- crie um “Diário de bordo”, anote tudo que acontece inclusive os serviços extras que você faz abordo;

-você não vai encontrar moleza dentro das marinas, confie desconfiando dos marinheiros que “encostarem” em você. Como em toda profissão nas marinas também existem lados A e B;

- você vai encontrar uma "meia duzia" marinheiros que não querem trabalhar e também não irão deixar você fazer o seu trabalho corretamente, justamente para não prejudicar a moleza deles;

Já aconteceu...

“Um jovem conseguiu uma vaga em uma embarcação em um dos maiores iates clubes do Brasil. Querendo agradar o patrão e garantir seu emprego caprichou nos cuidados com o barco. Barco usado, mas limpo, encerado, polido e com cheiro de novo, ele resolveu deixar o barco ainda melhor. Com material na mão ele iniciou um polimento nos hélices, pé de galinha, lemes e eixos do barco, foi quando três marinheiros se aproximaram dele e falaram: - Cara você ta polindo os hélices? Quer nos ferrar? Se nossos patrões verem isso com certeza irão pedir para  a gente fazer isso também”

Alguns marinheiros não valorizam nem prestam atenção nas pequenas coisas que podem fazer a diferença no barco. Depois ficam frustrados quando perdem o emprego e não conseguem um novo embarque.

Por isso jovem, não baixe a cabeça para esses "malandros". Estando embarcado cuide bem do barco do seu chefe. Parta para a ação. Os marinheiros caprichosos são muito mais visados pelos donos de barcos e estaleiros. Procure também saber tudo sobre seu barco e navegação, vá em busca do seu sucesso e não desista... Nunca!. Se precisar peça ajuda a outro marinheiro de preferência aquele mais experiente e respeitado na Marina.

Dedicando-se a profissão e almejando sempre novos desafios, em pouco tempo você alcançará o comando de grandes embarcações e ganhará o reconhecimento merecido do seu chefe e do mercado náutico.

Finalizando: Não fique pulando de "barco em barco" ou achando que o patrão do marinheiro "fulano" é melhor que o seu, lembre daquele velho ditado: " a gente sempre acha que grama do vizinho é mais verde que a nossa"

Um abraço e Boas Navegações

Ney Broker
E-mail e Msn: neybroker@hotmail.com
www.neybroker.com.br


Comente com o Facebook:

Um comentário:

edgardo disse...

Caro Ney, lí tudo com muito carinho, certamente você está se transformando em um ícone na arte da informação náutica,estava nos faltando uma iniciativa assim, vá em frente, parabéns.

Mariner Club

Edgardo Lima.
Empresário Nàutico
Fortaleza-Ce

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...