segunda-feira, 16 de julho de 2012

* CHEGOU A HORA DE FAZER A MANUTENÇÃO DE SEU BARCO

É só chegar as férias do meio do ano que começo a ouvir: 


“Ney, vamos aguardar mais um pouco para revisar meu barco”

É por essas e outras que é bom lembrar que a melhor época para fazer manutenção de uma embarcação é entre os meses de julho e outubro. Sabe porquê?


É neste período que encontramos os melhores profissionais do mercado e conseguimos negociar os preços, e ainda cotar preços mais baixos nas peças de reposição.

Mesmo com essas dicas, poucos são os clientes que autorizam orçamentos ou a execução dos serviços no na embarcação neste período, preferindo realizá-la no final de novembro e começo de dezembro, próxima a temporada de verão, justamente quando o valor da mão de obra de um profissional da área náutica se torna mais disputada, e como consequência se mais cara.

É nesta hora que são cometidos grandes erros. Para não pagar mais caro, o proprietário do barco vai ter que se contentar com a mão de obra de pessoas despreparadas e sem conhecimento técnicos, além de correr o risco de ter que pagar novamente para refazer os serviços e até mesmo correr o risco de ficar sem o barco para as festas de final de ano e carnaval.


É hora de mudar

Então, é hora de mudar esse conceito. Há mais de 24 anos no mercado náutico conheço muitos profissionais que trabalham com responsabilidade e zelam pela profissão que tem. Eu também trabalhei alguns anos na assistência técnica da Ferretti, no Guarujá, litoral Sul de São Paulo, e aprendi a excluir os péssimos prestadores de serviços e conhecer melhor o trabalho dos profissionais honestos dessa área.

Por isso quero colaborar com você, proprietário de embarcação, a não pecar na hora da revisão de seu barco.

Primeiro passo é se conscientizar e realizar a revisão e a manutenção nos meses de julho a outubro. Segundo passo é checar o que precisa ser modificado na embarcação. Faça uma lista com seu marinheiro e veja o que é de maior importância, peças que precisam ser trocadas com urgência para não comprometer o bom funcionamento do barco.

Reciclar o conhecimento do marinheiro também faz parte desta programação para o final de ano. Aproveite para investir em cursos e aulas particulares para inovar e aperfeiçoar os conhecimentos do profissional contratado.


Dicas

- Não deixe para os meses de novembro e dezembro revisões de risco, aquelas que possam demorar mais de 30 dias para se concretizarem;

- Lembre que os prazos dados pelos profissionais, geralmente, vão além da data de entrega combinada;

- Peça sempre dois ou três orçamentos dos serviços que ira ser feito no seu barco, mesmo que você já tenha um profissional que seja a sua pessoa de confiança;

- Revise ou faça a manutenção da elétrica, hidráulica, mecânica e tudo que você ache que é necessário no seu barco, mas não esqueça de pedir garantia de pelo menos 3 meses;

“Pegadinha: comunique que você vai viajar com o barco e que se algo der errado o profissional se comprometera em se deslocar e ir até a embarcação seja onde ela estiver. Isso fará com que o profissional trabalhe mais concentrado e a revisão receba uma atenção maior”

- Contrate uma pessoa de sua confiança para acompanhar os serviços, tipo o marinheiro ou um administrador. Ou seja, essa pessoa ficará responsável de testar e checar todos os serviços que foram feitos e conferir se todas as peças que precisavam ser substituída foram trocadas;

- A pintura de fundo de seu barco pode ser feita a cada seis meses em menos demãos, mesmo que o fabricante oferece prazo de validade maior, lembre que você tem que vistoriar outras coisas em baixo do barco, como troca de zinco, ralos, escapamentos, hélices, etc...

- Nunca pague adiantado pelo serviço. O correto é 50% da mão de obra entrada e 50% depois de conferir se todos os serviços ficaram bons. Já as peças você pode negociar direto com o fornecedor em 30, 60 ou em até 90 dias;

- Não compre peças usadas, a não ser que você conheça a procedência,

- Não esqueça de levantar informações sobre o prestador de serviço que fará o trabalho no barco;

- Invista em treinamentos, cursos e reciclagem do seu marinheiro. É bom lembrar que ele pode ser a única pessoa abordo preparada para livrar o barco, você ou sua família de uma situação difícil.

Vale lembrar que: trabalho em parceria com vários prestadores de serviços náuticos e atuo como administrador de obras, manutenção e revisão em barcos de esporte e recreio. Com isso, nos meses de julho a outubro estou a disposição para acompanhar esses serviços no seu barco.

Entre em contato

Um abraço e boas navegações!

Ney Broker
E-mail e MSN: neybroker@hotmail.com

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...